Dezembro 2018 ~ .:: www.edsoncharles.com.br ::.

Radio Estúdio Brasília

Confira as melhores músicas da capital!

Belezas da Capital

Veja as fotos dos pontos mais bonitos de Brasília

Poesias

Confira as poesias!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Toda Rocha Vira Pó


A medusa é um dos seres mais terríveis da mitologia grega. Ela seria capaz de petrificar alguém que ousasse olhar para ela. Mas o que muitos desconhecem é que todo o mal que haveria dentro dela seria fruto de algo que teria lhe acontecido no passado.



Toda Rocha Vira Pó

Seu coração endureceu
virou uma rocha dura
petrificou
tudo diante do seu rancor
que o orgulho guardou

Saiba que os meteoros
também são rochas duras
e quando caem na atmosfera
começam se desfazendo em pó,

O que resta então?
Apenas o conto dos românticos
que quando veem uma estrela caindo do céu
fazem seus pedidos de amor.

Toda rocha vira pó
Então não endureça o coração
porque quando o pó 
se mistura com a água
vira lama 
e a lama não se cura
vira erosão doentia
e destrói até o que é perfeito
e que está perto dela.

Não deixe que o orgulho
faça petrificar seu coração
como olhar nos olhos da Medusa
que envenena e mata.
Evite guardar rancor.

Edson Charles

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Música, sem poesia não é música

Eu, como grande apreciador da música não pensei duas vezes em buscar a tradução da bela música de Gavin James, Always (Sempre)

As vezes a gente tá ali e se inspira em um pensamento que, as vezes, o poema escrito nem é para alguém especial para quem o autor está escrevendo, daí vem a canção, a voz do cantor e a melodia. Diante dos direitos autorais reservados não publicarei a música, mas segue a letra dela traduzida

Gavin James, Always (Sempre)

O que eu devo fazer sem você?
É tarde demais para catar os pedaços?
Muito cedo para se desfazer deles?
Você se sente abatida assim como eu?
Seu rosto, ele faz meu corpo doer
Isso não vai me deixar em paz

E me sinto como se estivesse afogando
Dificuldades para dormir
Sonhos inquietos

Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre
Eu só me apavorei, apavorei
Prefiro me sufocar com minhas más decisões
Do que carregá-las para o meu túmulo
Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre, sempre

As rachaduras não vão se consertar e as cicatrizes 
não irão desaparecer
Acho que eu deveria me acostumar com isso
O lado esquerdo da minha cama é um espaço vazio
Lembro que éramos estranhos
Então, me diga, qual é a diferença
Entre o antes e agora

E por que isso parece um afogamento?
Dificuldades para dormir
Sonhos inquietos

Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre
Eu só me apavorei, apavorei
Prefiro me sufocar com minhas más decisões
Do que carregá-las para o meu túmulo
Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre, sempre

Sempre, sempre, sempre

Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre
Eu só me apavorei, apavorei
Eu sei que não há mais nada para se agarrar
Mas eu ainda estou chamando seu nome
Você está em meus pensamentos
Sempre, sempre, sempre

Sempre, sempre, sempre