Direito de Escolha não é Tese de Debate ~ .:: www.edsoncharles.com.br ::.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Direito de Escolha não é Tese de Debate


Você pode sim escolher seus amigos, sua igreja, seu time de futebol, se concorda ou não com uma posição política, mas querer mudar o jeito do próximo ou o que a pessoa gosta não é correto, por isso chamamos isso de preconceito


O Deputado Federal João Campos (PSDB-GO), conhecido por ter sugerido um projeto que ficou conhecido como “cura gay” é a prova viva de pessoas que não aceita as pessoas como elas são ou as escolhas que as pessoas fazem.
Nosso País é conhecido como uma Nação Laica, que tem como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião.
É difícil ver um país crescer com pessoas que não aceitam isso e que vivem propondo mudanças sem aceitar o próximo como ele é ou pensa diferente de uma maioria e, eu não estou citando aqui pessoas que respeitam, pois respeitar o pensamento é fácil, mas aceitar conviver é que tem sido difícil, pois as pessoas que apenas respeitam, sempre buscam mudar ou moldar. Aceitar é não querer mudar o próximo, é conviver em sociedade, é convidar para estar contigo a estar na mesma mesa de sua casa, não é o de ficar perdoando a pessoa, como se a sua escolha fosse um erro. O Ser Humano do bem pode gostar de rock ou pagode, pode escolher seu culto religioso, mas também pode conviver em sociedade, mas não quer dizer que a pessoa é Doente mental pela sua escolha em amar da forma que ama suas coisas ou até sua família.
Você pode sim escolher seus amigos, sua igreja, seu time de futebol, se concorda ou não com uma posição política, mas querer mudar o jeito do próximo ou o que a pessoa gosta não é correto, por isso chamamos isso de preconceito (qualquer opinião ou sentimento concebido sem exame crítico ou sentimento hostil, assumido em consequência da generalização apressada de uma experiência pessoal ou imposta pelo meio).  Se a pessoa é intolerante a esse tipo de coisa é ela que tem que ser excluída da sociedade e não ficar excluindo sentimento A ou sentimento B em relação ao que ela pensa, agora propor a cura de uma escolha pessoal não cabe no sentimento social a exclusão de pessoas que tem uma forma diferente até de amar.

Envie e-mail para edsoncharles@gmail.com ou acesse nas redes sociais localizando Edson Charles

0 comentários: