Todo Dia a Gente Nasce Com o Sol Batendo em Nosso Rosto ~ .:: www.edsoncharles.com.br ::.

domingo, 18 de março de 2018

Todo Dia a Gente Nasce Com o Sol Batendo em Nosso Rosto

E todo dia a gente nasce, vive, conhece pessoas, inicia relacionamentos, amadurece aos poucos, dedica sentimentos as pessoas nos deixando lapidar, sente a dadiva da felicidade e depois de um belo começo, na metade do caminho a gente percebe que estávamos amando a nós mesmos e dedicando a nós mesmo um sentimento que queríamos que sentisse pela gente.

Ninguém começa um relacionamento com a intenção que ele se acabe, mas as vezes deixamos que o orgulho e a própria covardia nos faça ter uma atitude insana. Relacionamentos duradores duram muito diante da passividade do casal, com entrega, dedicação, respeito, compreensão e luta mútua pela vida.
Mas o pior para o rompimento de um relacionamento é quando a morte vem repentina junto ao medo de sofrer e seguir a diante com a pessoa. O que passou vira saudade e nostalgia diante das lembranças que ficam, como o simples ir a um lugar e se lembrar que ali foram feitas declarações de carinho e afeto, ou ainda, que ali foi tirada uma foto para ficar na memória como a lembrança de um momento feliz. 
Depois que a gente mata ou aborta essa missão, todo amor se transforma em dor, aquela dor tão inexplicável como a de ter perdido um ente querido próximo para a morte, mas tem uma diferença, quem mata é a gente e não a morte que nos leva.
E as vezes fico aqui pensando à quem interessaria o que estou escrevendo senão a mim mesmo que está digitando esse texto. Não seria mais um desabafo ou a busca de meu próprio divã interior? 
O Jovem tem muito mais disposição para novos e vários relacionamentos pelo fato de não se apegar a agradar alguém senão a si próprio, indo para a balada e beijando várias bocas e como troféu falar para os outros como se tudo fosse uma competição e logo depois se veem em meio a sorte de conhecer alguém especial ou o azar de gerar uma "serumaninho" sem sequer ter feito com amor.

Mas no amanhecer a gente vê o nascer do sol com o mesmo batendo em nosso rosto.

Edson Charles Vieira do Norte

0 comentários: